Siga-nos

Operação Uça

Você está em - Home - Notícias - Operação Uça

Operação Uça

A Polícia Civil do Pará, por meio da Divisão de Repressão ao Crime Organizado – DRCO, com apoio do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, deflagrou na manhã de hoje (12), a operação Uçá, na cidade de São Caetano de Odivelas, nordeste paraense. Ao todo, os policiais civis estão cumprindo cinco mandados de busca e apreensão. Entre os alvos estão a Prefeitura Municipal, a Secretaria Municipal de Saúde, o Conselho Municipal de Saúde e uma residência particular. Ao final da operação, os materiais apreendidos serão levados para a sede da DRCO em Belém.
 
A operação Uçá é uma diligência autorizada judicialmente para obtenção de provas, após representação da autoridade policial nos autos de inquérito policial, que investiga crimes referentes à contratação ilegal de servidores temporários, crimes de falsidade ideológica e prevaricação. As investigações, explica o delegado Tarsio Martins, foram iniciadas após a instauração de um Procedimento Administrativo Preparatório (PAP), que tramitou na promotoria local do MPE. Um dos servidores municipais passou a obstruir dolosamente o andamento da apuração para prejudicar as investigações iniciais. Com isso, por requisição do MPE, as apurações foram encaminhadas para a Polícia Civil para que se apurasse a responsabilidade criminal dos autores.
 
Ao todo, entre delegados, agentes de autoridade e peritos criminais, 30 servidores de segurança pública atuam para dar cumprimento simultâneo às ordens judiciais. Os delegados Tarsio Martins, diretor da Delegacia de Repressão a Defraudações Públicas/DRCO; Rafaella Cabral e Vicente Leite  coordenam a operação. Os policiais buscam documentos e equipamentos de informática com registros relacionados ao objeto da investigação. "A equipe também está preparada para detectar qualquer tentativa de supressão de provas, seja como a ausência de documentos de arquivo obrigatório ou mesmo formatação de discos rígidos, por exemplo", explica o delegado Tarsio Martins.
 
O nome da operação faz alusão ao caranguejo-uçá, espécie ameaçada e muito importante socioeconomicamente para o município de São Caetano de Odivelas que é tradicionalmente conhecido como “Terra dos Caranguejos”. Além da extração do crustáceo nos mangues do município, os turistas que vão ao município podem desfrutar de saborosas opções de pratos com carne de caranguejo.
 
Fonte: Roma News